Escuro

Entre, feche a porta, apague a luz. Não interrompa a conexão entre o dissabor e a doçura desse silêncio que já veio pronto. Me dá a tua mão, feche os olhos e as cortinas do medo. Quero a paz que o teu abraço consegue temperar no meu corpo, quero essa paciência que teu olhar por descuido coloca dentro de mim. Quero colo. Me empresta a tua fortaleza, porque aqui dentro tá tudo oco, quebrado, em cacos. Espinhos na nuca, dureza no coração. Me quebra essa falta de palavras, esse convívio diário com as lembranças que despejam algumas certezas que eu não quero acreditar. Não, não vá. Fique. Me devolve a vontade de respirar levemente outra vez e a quentura que minhas mãos tanto buscam no gelo da minha inquietação.
Acredite eu não sou quente. Meus pensamentos fervem enquanto a frieza permanece intacta aqui no peito. Não, eu não sou boa. Passei anos calculando a bondade na minha falha calculadora de sentimentos. Não passei no teste pra santa. Sou o erro que pede desculpa por ser somente escuro. Opaco. Sou aquela que não discute a mesmice por achar que a rotina não merece estar em transformação. Me aquece. Eu preciso me achar no laço que a gente nunca fez, por ser apenas nó mal feito. Devolve a delicadeza que me foi roubada e todas as promessas que deixei debaixo dos lençóis desarrumados pela culpa de não ser quem eu deveria ter sido.
Não me olhe no breu na ventilação que oscila neste ventilador imprestável, me olhe na preocupação e no desespero, nesta minha jornada quase inacabada por estar somente vazia. Incrédula. E venha no meu pensamento pra ser companhia e somente meu. Eu sou tão egoísta, darling, tão eu comigo que esqueço de buscar o que te importa, mas te quero. Ainda que somente nos sonhos pra dar boa noite pro descaso que cisma em atropelar a agonia de te querer tão mais perto.

32 comentários:

  1. E eu sempre me surpreendendo com seus pensamentos!
    Parabéns
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Amar essa pessoa realmente é entrar em um lugar escuro. Mas em alguns pontos há clareza que pode ajudar na relação: ela é clara, temperamental e objetiva. Gosto de gente assim!

    Beijos ;**

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso Ju! Escreve com maestria! Encantada.

    Bjs :)

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto, querida.
    deu para ver o que descreves, perfeito.
    bjOus

    ResponderExcluir
  5. Amar é essencial, mas doar-se completamente a esse amor pode ser perigoso. =/

    ResponderExcluir
  6. Nossa, meus olhos encheram d'agua. Era tudo o que queria dizer e não sai ... é tudo o que quero falar pra alguem.

    ResponderExcluir
  7. Gostei dos seus pensamentos... e seu blog é lindo!

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, Ju...gosto como você trata estas situações...

    beijos

    ResponderExcluir
  9. Seus textos são tão bons! Tem uma descrição dos estados da alma que me encantam.
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Ju,

    Visitando teu espaço, encantada com tua escrita muito talentosa.
    Me vi começo, meio e fim em "Ouvindo meu silencio" amei!! parecia meu perfil..rs

    Ficando, seguindo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Muito lindo e forte,,,se temos um cenário escuro e frio,,,temos um peito carregado de sentimentos e em chamas....beijos de bom dia pra ti querida.

    ResponderExcluir
  12. Sou infiel mesmo, dou algumas sumidas, mas não me esqueço de você Ju, principalmente da arte literária que desempenhas aqui,... adorável!

    ResponderExcluir
  13. Oi amiga, to de volta...hehehehe! Consegui encontrar nesses bares da vida, sentada num cantinho, palida e triste, a minha inspiração.
    Tomava um martine, e fumava um cigarro, nos olhos uma tristeza indolente lhe deixava a face vazia. Um barzinho mais ou menos, onde o cantor alcoolizado de olhos vermelhos cantava, Não se váaaaaa!. Quando ela me viu, do canto dos seus labios vi surgir um quase sorriso sabe? Daqueles que querem ,mais não querem sorrir?...Tirei ela dali, pelas mãos, a levei pra ver o mar, pra voar, pra sentir o gosto doce de um beijo e o sabor ardente dos desejos.
    Aquela mulher que antes parecia farrapos voltou a se iluminar, jogou o copo fora, apagou o cigarro e voltou pra mim. Estamos nós duas lá no Meu Aconchego.
    Te espero, por lá tá?
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  14. Minha querida

    Como sempre escreves com os dedos da alma, adorei e deixo um beijinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  15. E por tantas vezes as pessoas se sentem nesse escuro...

    Juu, querida, suas palavras sempre lindas, viu?
    Bom fim de semana!

    Bjs doces.

    ResponderExcluir
  16. "Eu preciso me achar no laço que a gente nunca fez, por ser apenas nó mal feito."

    Como não se encontrar?

    ResponderExcluir
  17. Lindo seus textos, viu!!! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  18. hey, Jú!
    Fazia tempo que eu não aparecia por aqui. Que perda de tempo! O post é lindo!

    beijoca

    ResponderExcluir
  19. JUuuuu! Quanto tempo! Fiquei uns dois meses afastada. Mas voltei com força total e claro, procurei seu blog pra conferir. Seus textos são inspiradores!

    Passa lá no meu depois! bjs!=)

    ResponderExcluir
  20. Juuu, sua linda e linda!
    Venho aqui colher delicadezas que você planta, sempre belas, cheirosas!
    Saio satisfeita e ansiosa , querendo mais. beijos

    ResponderExcluir
  21. Ufaaa...de ler com num gole só! Quando não é doce, é intensa a tua escrita. E me encanta...encanta...parabéns moça! Sou fã!

    ResponderExcluir
  22. Um belo dia de feriado pra ti minha querida amiga...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  23. Ai Ju, q saudade daqui menina. Tempos q ñ venho e me deparo com essa coisa linda, rsrsrs
    Tava meio relapso né? rsrs
    Eu cheguei na final do prêmio TopBlog 2011 e conto mais uma vez com seu voto. Caso não tenha votado ainda, é sua chance de fazer, rsrs. Passa lá no meu blog e vote novamente, não se esqueça de confirmar seu voto por favor. Aproveitando e sendo cara de pau, fale com seus amigos, amigos dos seus amigos, parentes, vizinhos, conhecidos e desconhecidos para votarem tbm, agradeço desde já de coração.
    Bjo menina

    ResponderExcluir
  24. E você me descreveu, aqui!
    Lindo demais. Um dos textos que mais gostei (dos que já li).
    Gosto do fato de conseguir escrever de várias formas, estilos e não fugir a sua forma de escrita (não sei se me entendeu, mas está valendo) rs
    Beijos*

    ResponderExcluir
  25. Quanta intensidade em suas palavras, adorei.

    ResponderExcluir