Amor de elevador.

Três lances de escada. Maldita palpitação no peito. Mãos segurando o coração. Mãos frias. Coração quente. Sim eu sei. Esse ditado me parece falho.Pouso os olhos na parede. Verde água. Pálida assim como eu. Subo em ritmo lento, as pernas relutam. Se não fosse pelo pavor sufocado que guardo no fundo, bem no fundo do meu armário de diferenças, eu certamente usaria o elevador.
Já tive a prova concreta que meu coração se partiria ao meio, se por mero acaso te encontrasse lá dentro, menino do 10º andar. Sou totalmente incapaz de imaginar eu, você e todas as nossas diferenças dentro de um elevador. Aposto que roubaria um beijo teu. Aposto.
Desisto de enfrentar minha mente quando entro arrastando o corpo moído dentro do apartamento. O cheiro de café fresco me invade os sentidos. Corro para a cozinha. Desligo os sentidos no momento em que o café percorre minha garganta seca. Deixo o aroma tocar a palidez involuntária de minhas bochechas. Me esquenta até a alma.
Num instante qualquer em que brota dos meus olhos uma certa paz de espirito, um certo aconchego demorado, escuto a campainha.
Abro a porta e lá está você. Dentro da minha imaginação. Não. Você é mais real agora parado na minha porta. E tão lindo. Que é de doer qualquer pedaço do meu corpo que ainda pareça vivo. Pedi que entrasse. Ofereci café. Um sorriso deixei ali preso no canto da xícara. Reconhecia teu rosto, nas lembranças de meus pensamentos. Perdia o foco. Faltavam letras para somatizar frases que exprimia perto de ti. Mas nossos olhares se cruzavam entre um gole e outro de café. Da sacada notava-se o sol quente do meio-dia. Carros deslizando frenéticos. E numa dança qualquer você, eu e a cafeina assombrando o ritmo das coisas obvias. Apenas nós dois e um monte de bobagens românticas, daquelas que você ri de si própria quando está sozinha. Uma conexão secreta de um amor mal resolvido jogado ao esquecimento entre um riso e uma dor.
E teve aquele toque que rima com o beijo desejado de forma surreal. E nós grudados no parapeito de um prédio, onde a única saída seria pular para o próximo capítulo. Ou então vivenciar cenas de um filme romântico francês, brega e barato. Eu nunca desenhei cenas de um amor inconsequente de elevador. Nem planejei te encontrar nas páginas deste filme irreal. Agora, por favor, me espere no capítulo final. Tem café quente e coração gelado pra servir com sal.

126 comentários:

  1. Belo texto!
    Me lembrei daquela música,
    da Ana Carolina:

    "E eu subo bem alto,
    Pra gritar que é amor...
    Eu vou de escada,
    Pra elevar a dor!"

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. aff fiquei quase sem ar.rs.
    Vc é boa hem!
    Gostei desse amor de elevador.

    Beijos Ju boa semana pra vc querida

    ResponderExcluir
  3. Bobagens românticas...tudo que precisamos na vida são bobagens românticas!

    bj

    ResponderExcluir
  4. Percebi que você adora as cores... Cores fantasiosas e um tanto mágicas... tem uma relação íntima com elas... estou errada?

    Fico me perguntando quem é o protagonista de suas histórias, se é real, se ireal...

    hum?

    Sempre bom te ler...

    abraço com carinho!

    :D

    ResponderExcluir
  5. Texto interessante, moça. Vc escreve de uma forma que soa bem.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Nao tenho palavras para a tua escrita , simplesmente deixas-me encantado .

    Sim o adeus é duro mas melhor remedio para certas situaçoes ;s

    ResponderExcluir
  7. "E numa dança qualquer você, eu e a caféina assombrando o ritmo das coisas obvias"

    Que lindo!

    BEijo!

    ResponderExcluir
  8. Encontros de elevador, uma história linda. " Agora por favor me espere no capítulo final. Tem café quente e coração gelado pra servir com sal." Nem digo mais nada, isso só sai de pessoas inteligentes e coração apaixonado.
    Lindo, Ju.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  9. Sonhos que cabem em um elevador, fantasias que não cabem na imaginação. Essas são as melhores. Lindo texto. Vou recomendar seu blog. E claro, voltarei :)
    beijos

    ResponderExcluir
  10. "Uma conexão secreta de um amor mal resolvido jogado ao esquecimento entre um riso e uma dor."
    Maravilhoso. O que você escreve é sempre lindo! :)

    ResponderExcluir
  11. Não sei, mas o que sinto é que a vida não teria tanta graça se o nosso amor não fosse assim, tão simples e levado por acontecimentos rotineiros....texto delicioso!!!

    ResponderExcluir
  12. Não gosto de filmes franceses.
    :B
    bjs

    ResponderExcluir
  13. Belo conto Ju, cada vez melhor. Esse amor de elevador vai dar o que falar...

    bjs!

    ResponderExcluir
  14. "Abro a porta e lá está você. Dentro da minha imaginação."

    Isso tem muito de mim. Infelizmente, sim. Lindo texto, coração.
    beijos.

    ResponderExcluir
  15. Texto maravilhoso *---*
    Me lembrou uma música da Ana Carolina - Elevador, você conhece?





    ;*

    ResponderExcluir
  16. O que seria desse mundo sem o amor?..

    não teria graça a vida...

    bjs

    ResponderExcluir
  17. Amei!!! Simplesmente amei sua forma de escrever!!! Diferente, original, nada usual. Até o amor descrito no conto aconteceu de forma surreal. Perfeito. Grande beijo.

    ResponderExcluir
  18. subi as escadas junto com vc
    e fiquei imaginando q eu
    se encontrasse meu menino num elevador
    tbém perderia os sentidos

    ResponderExcluir
  19. Amor de elevador (E eu quase morriiiiii aqui)

    Juuuuuuuu, coisa mais linda!!!

    Cada texto seu, me surpreende mais e mais.
    Você sempre completa, absoluta, plenaaaa!

    Adoro você!

    ResponderExcluir
  20. to vivendo algo assim, e com tudo isso vem uma dorzinha fininha no peito uma angustia que preferiria nao sentir, eu não posso ir mais nosupermercado do meu bairro la esta quem faz isso comigo, e faz mais faz eu deixar o que tiver nas mãos cair e nao parar de tremer, nao gosto qdo fico assim , ainda mais sabendo que nao existira nada, mas queria so trocar umas duas palavrinhas ja tava d ebom tamanho


    :::FER:::

    ResponderExcluir
  21. Hummmm, bom isso...roubar um beijo no elevador,,,historias que acontecem e marcam,,,,beijos querida e um dia lindo pra ti.

    ResponderExcluir
  22. Bom dia , JU !

    Encantada fiquei eu com seu texto ...
    Lindo , impossível não ficar sair extasiada
    com esse amor.

    BjO Grande e um dia cheio de Sorrisos ...

    ResponderExcluir
  23. Adorei viu... Parabéns pela postagem... D+

    ResponderExcluir
  24. Eu , mais uma vez , JU !

    Rsrs ....
    A recíproca é mais que verdadeira , tb Te
    Adoro !!! Muito! :)

    Mais BjO.

    ResponderExcluir
  25. Mais uma vez ótimo texto! Adorei ;)

    Bjo!

    ResponderExcluir
  26. Oi Ju:
    lindos seus textos, fieram me reconehecer em várias frases, parágrafos...também me congelo por fora, mas por dentro queria que entendessem que não sou de ferro...
    Obrigado pela visita, vou colocar seu link no meu...todos devem ter direito a ler textos com linguagem poética, e palavras modernas...se reconhecer através das palavras de outros

    bjs

    ResponderExcluir
  27. Gostei. Não está forçado, diferente de muita coisa que leio por aí.

    Linda você!

    =)

    Beijo

    ResponderExcluir
  28. Um texto maravilhoso.
    Vivo...
    Obrigada pela visita em meu blog.

    ResponderExcluir
  29. tão bonito *-* adoro essa sua forma leve de escrever. beijos

    ResponderExcluir
  30. Lindo texto. Estou sentindo sua falta lá no meu cantinho

    bjos

    :)

    ResponderExcluir
  31. Realmente, gostei do que li.
    Situações tratadas tão densamente são gloriosas.
    O café me agradou, a palavras também.
    Esse cenário é do tipo que ainda não tinha parado pra ler...

    Obrigado por passar no Teatro.
    Eu vou seguir aqui.

    ResponderExcluir
  32. obrigada por visitar-me *-* ownt como me identifiquei aqui também, nada como um texto com um toque gostoso de romantismo amei

    ResponderExcluir
  33. Lindo...
    esse sonho...
    de elevador...
    parado...
    em urgência...

    Beijos
    Leca

    ResponderExcluir
  34. Ju que lindo!!!

    Bom restinho de semana tbm!

    Xoxo

    ResponderExcluir
  35. Difícil mesmo deixar caber algo tão grande dentro do espaço limitado de um elavador. Ai Ju, você sempre me fazendo viajar em seus textos... Filmes românticos, bregas e baratos sempre fizeram minha cabeça!

    Um beijo, querida!

    ResponderExcluir
  36. O melhor de tudo são os momentos unicos que o amor nos traz..Momentos que devem ser saboreados com as melhores das intençoes .. amey o texto as palavras soam beem Parabéns linda !!!

    ResponderExcluir
  37. oi! vim agradecer sua visita e comentario ao blog viva la vida, volte sempre! =)
    aq vc me encontra mais facil: http://meuprojetopiloto.blogspot.com/
    bjos!

    ResponderExcluir
  38. "E teve aquele toque que rima com o beijo desejado de forma surreal. E nós grudados no parapeito de um prédio, onde a única saída seria pular para o próximo capítulo. Ou então vivenciar cenas de um filme romântico francês, brega e barato. Eu nunca desenhei cenas de um amor inconsequente de elevador. Nem planejei te encontrar nas páginas deste filme irreal. Agora por favor me espere no capítulo final. Tem café quente e coração gelado pra servir com sal."
    MUITO BOM!
    Beijos garota

    ResponderExcluir
  39. Que lindo Ju!
    E que imaginacao (ou foi real?) maravilhosa.. da pra sentir tudo da maneira que vc descreveu!
    E como essas coisas inusitadas sao boas neh!
    Adorei.

    Beijos

    ResponderExcluir
  40. nossa, você escreve de um jeito tao incrivel, diferente, me faz bem ler seus textos ;)

    adoorei

    ResponderExcluir
  41. Olá, Ju!!!

    Gostei muito do texto. Desceu quente como um gole de café (que eu adoro!!!)

    Beijinhos com açucar, pois meu café tem que ser bem doce.

    ResponderExcluir
  42. "Esse ditado me parece falho.Pouso os olhos na parede. Verde água. Pálida assim como eu. Subo em ritmo lento, as pernas relutam. Se não fosse pelo pavor sufocado que guardo no fundo, bem no fundo do meu armário de diferanças, eu certamente usaria o elevador. "
    E eu achava que sabia descrever bem brincando com as palavras...

    parabens ju *_*

    ResponderExcluir
  43. Esse tal amor, que pega de jeito, faz tanto efeito que nos faz voar, viajar, até um elevador vale para alcançamos a força deste amor! Que lindo Juuuu, adoro você viu..cada dia mais te admiro pelas suas palavras! Um beijo grande minha amiga!

    ResponderExcluir
  44. amor de elevador, sobe e desce!

    Ana carolina na veia!

    ResponderExcluir
  45. "tem café quente e coração gelado para servir com sal".

    *-*

    ameiii!

    muito obrigada pela visita! adorei seu blog e já vi que vou passar aqui sempre!

    beijao

    ResponderExcluir
  46. Também aposto que roubaria um beijo! =p
    Haha

    Maravilha de texto!
    Eu quase sonho... *__*

    ResponderExcluir
  47. "E numa dança qualquer você, eu e a caféina assombrando o ritmo das coisas obvias." Ai, chorei né? Coisa mais linda!
    obrigado pela visita lindoca, fico feliz quando passa por lá !

    um beijo e tenha um bom finalzinho de semana.

    ResponderExcluir
  48. Vim agradecer pela visita :)

    Aliás, li alguns dos teus textos. Gostei do teu jeito de escrever. Parece tão natural, como se fosse tudo uma tradução da alma.

    Vou acompanhar!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  49. Beijo carinhoso de bom dia pra ti querida...paz e poesia sempre.

    ResponderExcluir
  50. "...você, eu e a cafeína" - uma mistura pra lá de excitante!
    BjO*

    ResponderExcluir
  51. Olá Ju!

    Lindo o texto querida, e passando pra agradecer a visita, muito obrigado. Estou seguindo você!

    ResponderExcluir
  52. Meu blog mudou de endereço, o novo é:
    http://vemcaluisa.blogspot.com/
    :)

    ResponderExcluir
  53. Uau!!!! éu é que tô esperando por um capítulo assim ;*
    gostei, aprovei e te seguindo
    beeeijos

    ResponderExcluir
  54. Lindo Jú. Que delícia de texto hein, me prendeu até o final. Vc escreve muito bem, é detalhista, completa. É sempre um prazer ler-te.
    Beijo meu'

    ResponderExcluir
  55. Estava com saudades daqui... você arrasa e encanta, menina.

    beijo :*

    ResponderExcluir
  56. Ju; Adorei é uma delicia de texto me fizeste recordar meu primeiro beijo na namoradinha que eu tinha eu tinha 15 anos e ela 16 foi pricisamente no elevador para a mãe não ver foi bem gostoso esse beijo.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  57. "o beijo desejado de forma surreal" que pena que beijos assim estão acabando, tá tudo meio beijo de novela das 06h

    ResponderExcluir
  58. ai ju, nunca sei o que dizer quando chego aqui.

    sempre suspiro muito com teus textos.
    sempre volto porque suas palavras me chamam.

    você é incrível, sabia?
    sabia, essa quantidade de gente que passa por aqui é a prova viva disso.

    parabéns :*

    ResponderExcluir
  59. intenso, assim como os outros.

    um bjo

    ResponderExcluir
  60. Belo, intenso, do seu tipo arrebatador, então...adorei, pra vc bjos, bjos e bjossssssssss

    ResponderExcluir
  61. Cada vez que eu venho aqui você tá escrevendo melhor e mais intensamente linda :)
    "Nem planejei te encontrar nas páginas deste filme irreal. Agora por favor me espere no capítulo final. Tem café quente e coração gelado pra servir com sal."

    Lindo, extremamente lindo.
    um beijo!

    ResponderExcluir
  62. Ju:

    Tô ansioso pelo próximo post!
    Rs...

    Bjs!

    ResponderExcluir
  63. Olá eu sou a Gislãne do blog Mudanca.com, criei um blog dedicado a Jose Saramago

    dê uma olhada

    bjins

    ResponderExcluir
  64. Texto maravilhoso. Cheio de fantasia. Talvez com desejos mascarados, ou escancarados de que não fosse só imaginação...
    Encantador! Parabéns!

    ResponderExcluir
  65. hummmm
    Mto bom Ju
    é uma tentação a toda prova.

    Bjs

    ResponderExcluir
  66. Caramba, ainda bem que você visitou o meu blog. Eu adorei ver o seu cantinho. Ele é lindo, você escreve maravilhosamente bem. Estou te seguindo!

    Um beijo e obrigada pelos elogios :)

    ResponderExcluir
  67. "Uma conexão secreta de um amor mal resolvido jogado ao esquecimento entre um riso e uma dor."

    Lindo!

    ResponderExcluir
  68. Ei Ju!

    Porque você é nossa seguidora viemos te contar uma novidade. Pela primeira vez estamos sorteando um livro digital!

    Você pode se inscrever até terça-feira para ganhar o livro "Equilíbrio - a vida não faz acordos" Ele já foi um sucesso na versão impressa e agora promete o mesmo no digital.

    O sorteio será feito em NY especialmente para o "O que elas estão lendo!?"

    O link para participar está no topo da barra lateral direita do blog!

    Participe e boa sorte! Adoramos seus escritos. Parabéns.

    Equipe "O que elas estão lendo!?"

    ResponderExcluir
  69. Poxa, muito bom. Aliás, maioria dos textos por aqui me fizeram ter a sensação de que encontrei um tesouro quando caí por aqui sem querer.
    Vou seguir, porque perder esse link seria um pecado rs
    :*

    ResponderExcluir
  70. ♥ Olá, amiga!
    Passei para uma visitinha...
    Amiga gosto de seu jeito de escrever!...♥♥
    Vem do fundo do coraçã... pura emoção.♥♥
    Boa semana!
    Beijinhos.
    ♥Itabira
    Minas♥♥

    ResponderExcluir
  71. Lindo, faz me lembrar o primeiro amor.

    Virei leitor moça.

    Se quiser, dê uma passadinha no http://occhistrabici.blogspot.com/ , onde coloco meus textos e inspirações.

    ResponderExcluir
  72. que bonito, sua descrição me fez sentir dentro da cena!

    ResponderExcluir
  73. Uau!

    Demais esse post!!

    Fiquei daki só imaginando cada detalhe!!! D+!!

    Beeijo

    ResponderExcluir
  74. Oi Ju... obrigada pela visita e o comentario no meu blog!
    Vim retribuir a visita... lindo seu cantinho... vou segui-lo sempre!

    Beijos Flor!

    ResponderExcluir
  75. Belo, Jú! És tu, agora re.conheço-te

    "Sofrimento
    Em teu sofrimento
    Já não vês a luz
    No lugar do pranto
    Ponho essas flores
    Do luar ao nascente.
    Tu umedeces o seu perfume
    Sou a flor da tua felicidade
    Vem com ternura,
    E te desvelarei a minha essência*

    by Renata Cordeiro.

    Beijos, estás linda.

    ResponderExcluir
  76. Uma semana toda cheia de amor e carinho pra ti querida...beijos.

    ResponderExcluir
  77. Passando para desejar uma semana florida!
    BEijo!

    ResponderExcluir
  78. Oii, Ju, faz tanto tempo que não venho aqui, te abandonei, hihi.

    Lindo seu texto, e só me deixou com vontade de um amor. Ai, ando tão singular ultimamente...

    Beijo, flor :*

    ResponderExcluir
  79. muito obrigado pelo seu comentário , um beijo `*

    ResponderExcluir
  80. Fantasie junto a tuas palavras.
    Adorei o texto, e o blog todo em si !
    beijos :*

    ResponderExcluir
  81. Sempre vai faltar palavras qndo amor resolver subir....nesse elevador do amor, o amor só tende a crescer, a solidão descer, e a felicidade fica no nosso andar!

    ResponderExcluir
  82. Gostei dos adjetivos...
    direto ao ponto.....

    bjos

    ResponderExcluir
  83. Um lindo dia todo cheio de carinho pra ti querida....beijos.

    ResponderExcluir
  84. Achei o conto bem carinhoso!!! =D
    Tu escrevendo é massa!

    ResponderExcluir
  85. Gostei do texto, gosto como você escreve.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  86. Nossa, quantos comentários, hein, Ju?! rs...
    Bom, passando aqui pra agradecer a visita que fizeste no meu blog e dizer que teu canto tbm é bonito ;)


    bju!

    ResponderExcluir
  87. o que seria de nós sem bobagens românticas? elas nos movem.

    te seguindo, beeijos !

    ResponderExcluir
  88. Oh minha querida, muito muito obrigada :)
    Amei o teu blog! Escreves tão bem, a maneira como as palavras falam umas com as outras faz com que ganhem vida e forma. Lindo mesmo!
    Vou seguir :)

    ResponderExcluir
  89. Cadê mais um texto para eu me deliciar?

    Consegui ler quase todos, e como já havia dito: Gosto muito do seu jeito de escrever, vou te lendo e, as vezes, me lendo tão naturalmente.

    Tô com vontade de viajar em textos como os seus.. posta?! ;)

    :*

    ResponderExcluir
  90. Um dia cheio de paz, flor e poesia pra ti querida....beijos.

    ResponderExcluir
  91. Ju,


    Só não me caia da janela do 10º andar. É muito alto. O elevador é mais seguro.








    Um beijo.

    ResponderExcluir
  92. obrigado por passares nos meus cantinho :) está lindo*

    ResponderExcluir
  93. Simplesmente maravilhoso, guria tu é sensacional, pena que eu tenho tão pouco tempo para compartilhar desta tua forma expressão.

    To de boca aberta, pois o que li aqui é VERDADE Acontece tantas vezes e nem paramos para descrever ou pensar sobre.


    Abraços, vc é dimaissss!


    Luciano Braz

    ResponderExcluir
  94. Tudo faz parte. =)
    Obrigada por essas palavras. *.* Beijinho

    ResponderExcluir
  95. obrigada, também gostava de seguir o teu, mas não estou a achar como :s

    ResponderExcluir
  96. Pra avisar que tem coisa nova lá no meu =))
    Beijão

    ResponderExcluir
  97. adoreiii seu blog flor muito lindo parabens... estou te seguindo ok.. bjs otima semana ... espero sua visita ..
    byee

    ResponderExcluir
  98. FAN-TÁS-TI-CO!!!!!!
    Parabéns!!! Adorei e aguardo a visita em meu blog, http://lenjob.blogspot.com

    João Lenjob

    Turbulencia
    João Lenjob

    Esta turbulencia há de passar
    Mesmo que caia, caio também
    Para não deixar que fique só
    Só não rezo por você para que possa aprender
    O que aprendi sem ter alguém
    Sem pedir por pais ou Deus.

    Prometo estar sempre com você
    Olhando o azul do céu
    E enchendo de algodão
    Para ver se chove um pouco de amor
    E paz no coração
    Tocando a terra molhada com a mão
    E fechando os olhos para sentir a suavidade das pétalas
    E não a rispidez do dinheiro
    Fazendo enxergar que tudo que planta cresce
    E tudo que cresce cria raiz
    Que não se quebra com atitudes
    Que não gera ou permite o esquecimento
    Que fere o peito e afeta a alma
    Que não deixa a turbulencia passar.

    ResponderExcluir
  99. Beijos de linda quinta feira pra ti querida.

    ResponderExcluir
  100. obrigada meu doce! *.*
    Adorei o post! está mesmo lindo! E adorei imenso o blog! :)

    ResponderExcluir
  101. Oh querida, muito muito obrigada. E obrigada também por seguires o meu blog :)

    Bom resto de semana querida :)

    ResponderExcluir
  102. Menina linda...

    É no mais profundo de nós, que acontecemos em plenitude e somos como aguas límpidas.
    No recôndito do imaginário germina a mais pura liberdade, é só soltá-la e gritá-la em coro para se transformar em realidade.
    Cada vez mais me surpreendo com tuas escritas.
    Belas e intrigantes.

    Doce beso...Grata pelo teu carinho...Ótimo restinho de semana como desejou a mim. rs

    ResponderExcluir
  103. Olá querída amiga?
    tudo bem com vc
    assim espero que tudo..
    nossa quanto tempo eu não passava por aqui ,desculpe querída a vida de professor universitário neste nosso país não ´nada facil.
    adorei seu blogsite esta maravilhoso extremamente informativo e repleto de interessantes detalhes gostei muito e espero continuar a te seguir e estar mais atualizado com o que acontece aqui pode ser querída amiga?
    e se vc puder dar uma olhada lá no meu ficarei muito honrado em recebe-la por lá ok
    que o nosso bom DEUS te abençoe muito hoje e sempre
    Beijinhos do seu amigo
    Will
    a proposito podemos teclar no msn,para trocarmos idéias e nos conhecermos um pouco? te aguardo!!

    ResponderExcluir
  104. A vida é feita de acasos de elevador, não é?

    LINDO!

    ResponderExcluir
  105. Eu quem agradece seu carinho e atenção. Obrigado de coração.

    Os Teus Olhos
    João Lenjob

    Um verso tão nobre
    Como brindar o olhar teu
    Fazes de mim outro homem
    Sempre abobado a te apreciar
    A beber os teus olhos,
    Saudades
    O gosto dos teus olhos,
    Encanto
    Vou me embriagar com teus olhos
    E esperar o anoitecer, deixar
    A lua vai a passar e eu a apreciar os teus olhos
    A chama aqui no peito e eu a apreciar os teus olhos
    Tão claro que fiquei
    Minha alma assim jorrei
    E assim revi os teus olhos.

    E pode acreditar, mas acabei de postar mais cinco poemas novinhos no blog. Beijos!!!

    João Lenjob.

    ResponderExcluir
  106. Café e amor em uma desilusão não combinariam. O preto lembraria um certo amargor. Quem sabe aí fosse um suco de morango para adocicar certos corações.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  107. Ah, que texto maravilhosamente lindo!
    As palavras estão perfeitas.
    Beijos Ju

    ResponderExcluir
  108. Vou continua sim querida.
    Obrigada e para si também *

    ResponderExcluir
  109. que na hora do salto, haja café quente a reconfortar o peito e as mãos. é que os parapeitos são escorregadios e os tendões e músculos devem estar bem despertos. afinal, são apenas fantasmas a assombar os moinhos de vento...
    um beijo quixotesco!
    p.s. adorei a tua visita. já sentia a tua ausência :)

    ResponderExcluir
  110. Desisto de enfrentar minha mente ' estremamente encantadora *-*

    ResponderExcluir
  111. Texto tão lindo, as suas palavras se encaixam tão bem.
    ;*

    ResponderExcluir
  112. Caramba!!

    Fico pasma com o número de comentários! se eu juntar todos os meus comentários feitos até hoje, não me aproximo nem perto, num único post!

    É isso aí, firme nessa competência, tb eu comentaria um milhão de vezes aqui.

    Legal!!

    ResponderExcluir
  113. Obrigada pelo carinho de sempre! Belo texto. Escrita envolvente e eu também fico aguardando o capítulo final com o menino do 10° andar! Bjks

    ResponderExcluir