Refrão de um bolero

Acenei ansiosa, tropeçando em um dos cadarços do velho e bom all star preto. Ele me fitou com olhos de mel.
Desajeitada sorri em sua direção, tentei parecer natural, o blush rosa pastel derretia-se junto ao rubor que se estendia por toda a minha bochecha. Um sol ardente e um breve sussurar de passáros me deixavam ali sem máscara alguma.
Ele tocou meu ombro com as mãos quentes, senti um arrepio na coluna cervical, quase desfaleci.
Beijou-me a face em um movimento rápido e colocou-se ao meu lado.
Apertei os livros contra o peito e senti a corrida que meu coração ateava contra os pulsos do meu braço que explodiam feito uma bomba.
Ele falava naturalmente e meus olhos se perdiam na mansidão equilibrada de sua voz rouca e eloquente.
Meus pensamentos moldavam aquele rosto de simetrias perfeitas dissipando minhas forças para fora de mim.
Poderia tocá-lo num ímpeto de insensatez e correr para longe, feito um gato assustado, ou deixar que sua boca com aroma de maça me encontrasse entre os raios de sol que emolduravam meu rosto inconsequente.
Meus passos eram lentos assim como os dele, que me acompanhavam...
Quis gritar por todo o caminho, mas uma voz silenciava meus berros internos com pausas sonoras de uma paixão desnorteada.
Por que? Porque não gritar o que o meu peito esbravejava todos os dias, durante todos os percursos entre nosso Condomínio à Universidade.
Tú me vias apenas como a melhor amiga, aquela que tú contavas segredos, nós dois escondidos no porão, enquanto me contavas do amor que nutria pela ruiva, doida e patética, eu criava apenas amores imaginários.
Sabes, tú nunca olhastes nos meus olhos lacrimejantes, enquanto descrevias a tal ruiva. Você imaginava que minhas lágrimas eram de compaixão à tua bendita sina apaixonada sem direção. Mas não, eu ardia em fogo brando pra tentar segurar a onda de te ver caído por ela e não por mim.
Sabe porque corri de ti hoje ao chegar na Facu?!
Porque voltei pra casa, fui para nosso esconderijo secreto, lá naquele porão estraçalhado de lembranças cruéis...
E bebi goles e goles de vinho na garrafa mesmo, feito um bêbado vagabundo sem rumo, depois catei todas as lembranças que ficaram guardadas ali e coloquei na garrafa, vedei com a rolha e fui sonhar.
Bêbada, talvez eu ainda poderia dormir...
Já que todas as noites eu corro pelo mesmo trajeto à te procurar, o coração em uma sinfonia ritmada e repetitiva, um bolero equivocado e passional, sons de carros, luzes e nada de você.
E na manhã seguinte sei que estarás a me esperar, mais uma vez, um simples caminho, calados pelo meu porre anterior, sua voz me acariciando, as nuvens de um sol bonito, vejo meu rosto no espelho dos seus olhos, um olhar embriagado, uma zonzeira alucinada e uma vontade de fugir...


Coração na mão como um refrão de um bolero. Eu fui sincero como não se pode ser.
Um erro assim, tão vulgar, nos persegue a noite inteira.E quando acaba a bebedeira ele consegue nos achar num bar
Com um vinho barato, um cigarro no cinzeiro.E uma cara embriagada no espelho do banheiro
(Refrão de um bolero - Engenheiros do Hawaii)
Postagem coletiva
http://postcoletivo.blogspot.com/2010/04/refrao-de-um-bolero.html

76 comentários:

  1. Olá, Ju.
    Lindo poema.

    Desejo-lhe tudo de bom a si e aos seus, porque estou saindo, adoentada.

    *Se eu pudesse não ter o ser que tenho
    Seria feliz aqui...
    Que grande sonho
    Ser quem não sabe quem é e sorri!
    Mas eu sou estranho
    Se em sonho me vi
    Tal qual no tamanho
    O que nunca vi...

    Fernando Pessoa*

    Beijos
    Renata

    ResponderExcluir
  2. Amores perdidos no fundo de uma garrafa...
    A nostalgia que saltam aos olhos e chegam ao coração
    Os amores da juventude ficam para sempre.

    Lindo!

    Beijo, Ju

    ResponderExcluir
  3. Eu jogaria uma porção de coisas dentro de uma garrafa nesse momento. E já que quero matar o romantismo, eu esqueceria o vinho e apelaria para uma garrafa de pinga.

    ResponderExcluir
  4. Sua alma é amável, é como uma dança de um bolero perdido.


    te adoro minha querida!

    ResponderExcluir
  5. Nada como uma paixão inspiradora para expor em palavras belíssimamente organizadas tudo o que sente.

    BeijooO'

    ResponderExcluir
  6. Matar o amor na bebida, pode não dar na realidade, mas dá sempre nos seus lindo textos.

    Aproveite esse teu dom! E escreva, escreva sempre...mas não beba ;-)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Ah o bolero da nossa vida, que nos guia ao amor, que nos invade de sonhos e sentimento! Bom isso Ju

    Um beijo
    Juliana!

    ResponderExcluir
  8. Belissimas passagens,,,amores que vem,,,amores que vão,,,desajeitados e tristes como um refrao de bolero,,,,e talvez,,,como a musica,,,eu fui sincero como não se pode ser,,,um erro assim tao vulgar.....um beijo querida,,,e um lindo final de semana.

    ResponderExcluir
  9. Acho que uma das coisas mais difíceis de aprendermos a lidar é com os amores não correspondidos. Melhor seria mesmo, e muito mais fácil, que ao trancá-lo numa garrafa ele se esvaisse e "morresse" por inanição. Afinal, o amor duram porque o alimentamos diariamente...

    Um beijo, querida!
    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  10. "Já que todas as noites eu corro pelo mesmo trajeto à te procurar"]

    lindo demais! *o*

    beiijo

    ResponderExcluir
  11. ficou lindo =D
    e eu adoro essa musica =D

    ResponderExcluir
  12. "Eu que falei nem pensar"...
    labirintos...
    labirintos...
    labirintos!

    ResponderExcluir
  13. Tem um mimo para você lá no blogue. :)

    ResponderExcluir
  14. Muito legal, já vivi os dois lados, acho que a maioria de nós já se apaixonou por um amigo e já teve um amigo apaixonado. Você escreveu e descreveu muito bem esse bolero equivocado.
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Minha querida
    Como sempre um belo texto...entramos nele.

    Beijinhos com carinho

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  16. Lindo,Ju!
    Lembrei-me na hora de uma canção da Nana Caymi:

    Bolero de Neblina

    Na melodia de um bolero,
    Foi que eu esqueci de mim
    Teus olhos cheios de ternura
    E um vestido de organdi

    Quisera nunca te beijar
    Pois em teus lábios me perdi
    E agora o que fazer
    Não dá mais pra viver
    Sem ti.

    ResponderExcluir
  17. Quem nunca amou escondido que atire a primeira pedra. Quem nunca bebeu para (se) esquecer, que atire mais uma primeira pedra. Se dependêssemos dessas pedras para construir um castelo, estariamos todos vivendo à céu aberto.

    _
    Parabéns pela postagem, Ju. Tu pegou a essência e foi muito, muito bom ter você na postagem coletiva.

    ResponderExcluir
  18. Ainda acredito que o mais antigo tipo de tortura é a paixão não correspondida e despercebida...

    Música fantástica, texto incrível, blog lindo. ^^

    ResponderExcluir
  19. Menina, que escrita boa!
    Adorei seu blog e este post! Nossa!
    Um grande abraço!
    Inês.

    ResponderExcluir
  20. Ola Ju, eu amo seus textos sabia? Principalmente os extensos, significam que estes tem muito conteudo e se voce escreve textos grandes é porqeu tem muito o que escrever, enfim ele ta lindo meu anjo e perdoe a minha ausencia minha internet ta horrivel, espero que entenda, e muitoo beijos, neste fds estarei viajando, ate mais ♥

    ResponderExcluir
  21. Gostooo muito dos teus textos, sao muito bem escritos. *-*
    Querida, me perdoe pela ausencia minha internet ta horrivel, voltarei assim que possivel,mil beijos! ♥

    Viajando no fim de semana.

    ResponderExcluir
  22. que sincero, que perfeito, q tuuudo, amei <3

    ResponderExcluir
  23. Mesmo com tanta placidez
    o desejo de fugir não cessa.

    ResponderExcluir
  24. Um beijo carinhoso de bom sabado pra ti...

    ResponderExcluir
  25. que bom voltar aqui....
    belo post.
    Tenha um ótimo final de semana.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  26. Amei teu texto
    e amo essa música do Engenheiros
    :)

    ResponderExcluir
  27. Juuuu, só voce consegue marejar meus olhos com esses textos tão lindosssssssssss.
    Só pode sair da alma de alguam como voce mesmo!
    Um grande abraço Ju, voce, da alma tão linda!

    ResponderExcluir
  28. Seus contos são sempre lindos e alucinantes!!!

    Beijoooo

    ResponderExcluir
  29. Lindooo...
    Amei tudo, tudo, tudinho...rsrs
    bjos

    ResponderExcluir
  30. tao bom receber sua visita! ^^
    fica um carinho por aqui tambem para ti..

    adoro as leituras que vc proporciona...
    um beijo na bochecha...

    ResponderExcluir
  31. No amor o viver dá muitas voltas.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  32. Amores mesmo perdidos sempre se reencontram.....


    bjao Ju

    ResponderExcluir
  33. ...
    Muito bem, JU!!!
    Beijos e abraços pra vc.
    ...

    ResponderExcluir
  34. Se eu me mando pro lado de lá e não te trago pro lado de cá, melhor esquecer e mandar tudo se danar.

    Belíssimo texto Ju
    Parabéns!

    Bjs
    Livinha

    ResponderExcluir
  35. "Teus lábios são labirintos Ana, que atraem os meus instintos mais sacanas. O teu olhar sempre distante sempre me engana. Eu entro sempre na tua dança de cigana. É mais fui eu que falei sem pensar e agora me arrependo roendo as unhas frágeis testemunhas, de um crime sem perdão" ♪ Refrão de um bolero, essa música é foda demais *-* e o texto ficou maravilhooso

    ResponderExcluir
  36. É uma pena que porres não alimentam nossa dor por muito tempo, ela sempre dói mais depois...
    Belo texto, muito bem descrito...
    Ótimo Domingo ;*

    ResponderExcluir
  37. Muito interessante.
    Muito bem escrito.
    Amores perdidos e imaginários.
    Melhores amigos e uma intrusa no meio.
    Bela música também.
    :)

    ResponderExcluir
  38. Olá!
    Tem um selo pra você no "Quem conta seus males espanta".
    Espero que goste.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  39. Essa paixão que, por muitas vezes, nos impede de gritar, é a mesma que miutas vezes nos leva a chorar. Mas essa paixão é mais do que essencial, é especial!



    E a música....SUBLIIIIIIIIIIIIIME!

    AMO.AMO.AMO.AMO.

    Incontáveis abraços.

    ResponderExcluir
  40. Ju, caprichou.

    Eu não consegui depreender se você escreve essas crônicas acerca de suas próprias histórias ou se estas são obras de uma romancista mas elas ficam bem interessantes.

    Seu jeito de escrever é bem peculiar e você utiliza um vocabulário mais composto.

    Parabéns!

    Há novidades no Declarando :-)

    Beijão

    www.declarando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  41. Juh, minha flor lindaa
    Que post, hein...
    Lindíssimo como todos os outros...
    Brigaduuu pelo carinho lindaa
    Uma ótima semana
    Bjos
    =)

    ResponderExcluir
  42. E nesses descompassos seguimos dançando ao rítmo do baile da vida...até que um dia acertamos o passo .

    Lindo Juzinha.
    Obrigada pelo carinho.
    Beijinho.

    ResponderExcluir
  43. Um beijo querida e linda semana pra ti.

    ResponderExcluir
  44. Olá, me chamo Elis e encontrei teu blog, num desses outros tantos que eu tenho comohábito "degustar no café da manha", hehehehehe.
    Impressionou-me bastante tuas palavras, gostei demais daqui.
    Sigo lendo ...
    Abraço
    Elis.

    ResponderExcluir
  45. Lindo, adorável,melancólico....olha, da próxima vez que beber,nao coloca o amor preso da garrafa, sai ao encontro dele, pois dizem que qdo a bebida entra a verdade saí...kkkk....e aí ele pára de sofrer e vc também.


    Um beijo menina das palavras sensíveis.

    ResponderExcluir
  46. é como o bêbado e o equilibrista...ninguém sabe que é o mais bambo...

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw

    ResponderExcluir
  47. Juuuuuuuuu, voce é uma queridaaaaaaaaaa!
    Eu me sinto orgulhosa em ter uma amiga como voce, que escreve tão lindamente, e que sempre tem um abraço pra gente.
    Um afago na alma!!

    Um abraçãooooooo do tamanho do universo!!!

    ResponderExcluir
  48. ju muitolinda essa musica coisas lindas encontro em seu blog^^
    ja estou seguindo se quizer seguir tbm ^^
    bj...

    ResponderExcluir
  49. Jesucristo te ama.

    ResponderExcluir
  50. Um beijo de bom dia pra ti bela menina.

    ResponderExcluir
  51. Olá querida!
    Linda sua postagem.
    Vim deixar meu carinho e desejar um ótimo dia.
    Bjão

    ResponderExcluir
  52. Minha querida amiga:
    Tenho no meu blogue um selo para si que criei para homenagear todos os blogues e todas as pessoas que são especiais para mim.
    Obrigada por estar desse lado!
    beijinhos

    ResponderExcluir
  53. É mais fácil aceitar coisas estranhas quando vemos que elas são suscetíveis de acontecer com qualquer ser humano. Alguns tiram grandes lições, outros se prendem ao fato de não ter como explicar.
    Belas escritas, as quais já imaginei, situações que já vivi, verdades que já enfrentei e sobrevivi. Como tudo que já passei....passa....
    Sonhos... por vezes reais outras só sonhos..

    Tu és muito especial menina....
    Doce beso

    ResponderExcluir
  54. muito bom, a participar da postahttp://umlugaraosolpertodovento.blogspot.com/2010/04/refrao-de-um-bolero.html#comment-formgem, mas estava sem internet, argh. Beijos,

    Charlie B.

    ResponderExcluir
  55. Obrigado pela visita!

    Interessantes estas postagens coletivas, não?
    E foi bom ter conhecido esse seu espaço.

    Beijo

    ResponderExcluir
  56. Q dizer amiga? Lindo, interessante, um texto digno de ser chamado, belíssimo, profundo, mas vc já tem esta marca, encanta-me, vicia-me e merece bjos, bjos e bjossssssssssssssss

    ResponderExcluir
  57. que bom voltar aqui.
    É muito bom teu blog.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  58. Saudades daqui e dessas tuas lindas palavra moça!

    Bj

    ResponderExcluir
  59. Um beijo de boa noite linda menina.

    ResponderExcluir
  60. As linhas românticas que você traduz tem uma essência tão única. A gente fica pasmo com a maneira tão cálida de você retratar o sentimento que sofre impulso pela presença de elementos doces.

    Suavizei demais nesse texto, justamente pela intensidade amorosa que tem. É perfeito Ju.

    Perfeito.
    Você sabe como ninguém atingir o mais fundo do nosso coração.

    Beijo meu.
    Boa semana.

    ResponderExcluir
  61. Amiga:
    O meu selo para si está no meu blogue "Só te peço 5 minutos".
    Mas querida é só um carinho especial para as pessoas que admiro, não necessita de o pôr aqui.
    Um beijinho e obrigada por estar desse lado.

    ResponderExcluir
  62. Olá, querida

    mais um belo texto teu...

    ;)

    ResponderExcluir
  63. Um beijo carinhoso de bom dia pra ti amiga....

    ResponderExcluir
  64. é uma dança dança suave, atraente e bela.

    e um lindo texto!

    encantador!

    ResponderExcluir
  65. Amor adolescente: a minha forma de amar nunca mudou!
    Bjs
    ;)

    ResponderExcluir
  66. Existem textos tão intensos, que fica quase impossível comentá-los. Apenas podemos senti-los...

    Beijos meus, com carinho.
    Helena

    ResponderExcluir
  67. Oi Ju, vc tá menina?
    Gente, eu lembrei de uma amiga q passou por isso, ela ficou arrasada. Imagino a dor q ñ vc gostar de alguém e esse alguém t olhar apenas com olhos de amizade.
    Ai menina q bom q gostou do poema, fico feliz, rs
    Bjo amiga
    :)

    ResponderExcluir
  68. Caraca! Nem sei o que dizer...
    São tantas emoções, tantas sensações...

    AMEI

    ResponderExcluir
  69. Um beijo carinhoso de linda tarde pra ti amiga....

    ResponderExcluir
  70. Ju Fuzetto

    ADOREI SEU ACENO!

    Um Feliz dia das Mães,
    com carinho
    Efigênia Coutinho
    In NEW YORK

    ResponderExcluir
  71. É sempre bom te ler guria! Tu é bem mais bonita que a tal ruiva! Da proxima vez me convida e tomamos juntos um vinho, eu tenho o DVD do Engenheiros! hehe

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  72. Querida....

    Passando para desejar-te um feliz final de semana, um belo domingo em que se comemora o Dia da Mães, se tu tiveres Mãe. Eu não tenho, mas faço a parte de outros filhos que se esquecem deste ser maravilhoso que os colocou no mundo, cuidou, sofreu por eles e agora como recompensa recebe o descaso, o abandono, o esquecimento. Triste isto...
    Mãe é sempre, todo dia, toda hora, cada minuto, cada segundo...Não tem fim.,,
    Descupe-me o desabafo, mas nestes dias solitários fico deprimida.
    Portanto...cuida-te de quem sempre cuidou de ti...
    Tu és menina linda...e eu te gosto muito...

    Doce beso

    ResponderExcluir
  73. Um super beijo no seu coração e um belo final de semana pra ti moça bonita.

    ResponderExcluir
  74. adorei! vou visitar sempre aqui, suas palavras parace qe se arranjam por si! te sigo! abraços.

    ResponderExcluir